segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Loucura


"Outra vez, fui a um psiquiatra, porque me achei mais louca do que o natural, e aí percebi que ele não podia fazer nada por mim; paguei e fui embora. Nós temos essa loucura natural, essa própria loucura que nos é benéfica, porque nós somos, afinal, tocados pela asa do anjo. Eu sou uma espiritualista. Tenho paixão pela língua portuguesa, tenho paixão por Jesus. Sou apaixonada por Jesus. Um dia, começaram a falar mal de Jesus numa sala, eu me levantei furiosa - como se estivessem falando mal de minha santa mãe - e fui embora."

2 comentários:

Alice disse...

Encontei o blog e estarei sempre por aqui. Admiro demais o trabalho da Lygia. Adorei os trechos citados. Virei sempre e comentarei sempre que possível. Parabéns pela iniciativa.

Letícia

Jussyanne Emidio disse...

Obrigada Letícia! Seja sempre bem-vinda por aqui!